sexta-feira, 11 de março de 2011

QUEIMADA VIVA

Imagem retirada da net
Sinopse
Quando o amor antes do casamento é sinónimo de morte.
Souad tinha dezassete anos e estava apaixonada. Na sua aldeia da Cisjordânia, como em tantas outras, o amor antes do casamento era sinónimo de morte. Tendo ficado grávida, um cunhado é encarregado de executar a sentença: regá- -la com gasolina e chegar-lhe fogo. Terrivelmente queimada, Souad sobrevive por milagre. No hospital, para onde a levam e onde se recusam a tratá-la, a própria mãe tenta assassiná-la.
Hoje, muitos anos depois, Souad decide falar em nome das mulheres que, por motivos idênticos aos seus, ainda arriscam a vida. Para o fazer, para contar ao mundo a barbaridade desta prática, ela corre diariamente sérios perigos, uma vez que o “atentado” à honra da sua família é um “crime” que ainda não prescreveu.
Um testemunho comovente e aterrador, mas também um apelo contra o silêncio que cobre o sofrimento e a morte de milhares de mulheres.
Com mais de 350 mil exemplares já vendidos em França, Queimada Viva encontra-se traduzido em 24 línguas e é presença assídua nas listas de best-sellers um pouco por todo o mundo. Nos Estados Unidos, a Warner Books prepara-se para editar a versão americana.

Opinião:
Mais um livro terminado, um livro que nos alerta para uma realidade que afecta milhares de mulheres...
Ao ler todos estes livros do género, agradeço por ter nascido onde nasci, um local, a meu ver, bem mais culto que estes países...

10 comentários:

  1. Já li este livro à uns anos atrás. Vale bem a pena ler e conhecer outras realidades tão diferentes das nossas

    ResponderEliminar
  2. Uma boa opção de leitura...
    Um beijinho e BFS

    ResponderEliminar
  3. Eu ja li este livro 2 vezes e sou capaz de o ler mais vezes.. é terrivel pensar que ainda se comentam actos como esse, as mulheres são tratadas como animais.. é a crença de um povo que me custa a encaixar..

    bjus

    ResponderEliminar
  4. Olá miga...

    Eu já tive a oportunidade de ler este livro, alias um maravilhoso livro, que não deixa qualquer indeferente a uma história de amor, que tem um lindo começo, um meio trágico mas um final lindo...
    è realmente uma boa escolha...

    jinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    Eu já li este livro e como tu dou graças a Deus de ter nascido onde nasci, estas mulheres são verdadeiras heroinas, pois sabendo que as suas vidas correrm risco não se acobardam em dizer a verdade.
    Estes países que em nome da religião cometem semelhantes crimes contra a mulher não são dignos de terem mulheres na sua civilização.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá Paulinha, acabei agora de ler o livro da Nataxa Campus, e gostei muito, achei impressionante a forma como ela resistiu e foi capaz de até manipular o seu Raptor.
    Quanto ao livro que referes neste post, olha de todas as histórias verdadeiras que já li, este foi o que me tocou mais fundo...
    E sim são marcas com as quais ela irá ter de lidar até ao fim da vida... beijo

    ResponderEliminar
  7. Petra Pink,

    É verdade, estes livros, com todas estas realidades, são macabros... felizmente que nascemos num país onde estas práticas são impensáveis.

    Hoje irá passar uma reportagem na TVI perto das 21h sobre a mutilação.. já li também um livro sobre este assunto, é assustador...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Já nado para ler este há imenso tempo. Obrigada pela lembrança ;)

    ResponderEliminar
  9. Já li, cativou-me do principio ao fim.. Até chorei...
    Quando quiseres os livros diz kida..
    beijo

    ResponderEliminar
  10. Xana,

    Obrigada :) temos que combinar então, neste momento tenho 2 livros emprestados em lista de espera.
    Se eu tiver algum que queiras ler, diz que te envio :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar