domingo, 31 de outubro de 2010

HAPPY HALLOWEEN

HAPPY HALLOWEEN

E esta noite, como é a noite das Bruxas, cá está a abóbora que acabámos de fazer e de colocar no muro da nossa casa!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

FEBRA DE PORCO COM OVO A CAVALO

Sei bem que esta refeição não é de todo saudável mas de vez em quando lá apetece algo do género! Batem as saudades =) Não é bem uma receita pois todos sabem fazer, é mais uma sugestão para quando estamos sem ideias do que cozinhar...

Ingredientes:
| 2 Febras de Porco
| 2 Ovos
| 2 fatias de Queijo
| 2 fatias de Fiambre
| Sal e Pimenta q.b.
| 1 dente de Alho
| sumo de Limão q.b.
| Arroz branco q.b.
| Batata Frita q.b.

Preparação: Tempere as febras de porco com o sal, pimenta, alho picado e sumo de limão e reserve um pouco para apurar os temperos.
Numa frigideira, adicione um fio de azeite e passe as febras de ambos os lados até alourarem e estarem bem passadas.
Frite os ovos em óleo quente.
Disponha a febra no prato a servir, por cima coloque uma fatia de queijo e uma de fiambre e finalize com o ovo.
Sirva acompanhado com arroz branco e batata frita.

Bom Apetite!

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PANQUECAS DE ALFARROBA

Como mostrei aqui, comprei à Dina do blog Flor de Tavira a Farinha de Alfarroba que se tem falado bastante. Curiosa como sou, também quis experimentar claro e à uns tempinhos atrás, lá pus mãos à obra e fiz umas panquecas com a farinha. Tenho que vos confessar, o cheiro da alfarroba não é 100% apreciado por mim, tem um cheiro forte... estava com receio que não gostasse do resultado... Lá as fiz e apesar de não serem de todo a coisa que eu mais gosto, fiquei contente pelo sabor são ser semelhante ao cheiro =) O marido aprovou já eu prefiro o meu chocolatinho, não fosse uma gulosa nata! De qualquer forma, deixo aqui o resultado, a receita original tirei do próprio blog da Dina, podem ver aqui mas efectuei algumas alterações.

Ingredientes:
| 8 colheres (sopa) de Farinha
| 2 colheres (sopa) de Farinha de Alfarroba
| 300ml de Leite
| 1 ovo
| Açúcar q.b.

Preparação: Num recipiente, deite todos os ingredientes e mexa bem com a vara de arames.
Unte uma frigideira com o Spray para Untar Espiga* e deixe aquecer um pouco.
Deite de seguida pequenas porções de massa na frigideira (coloquei em cada 3 colheres de sopa) deixando cozer um pouco. Assim que a massa começar a ganhar bolhinhas está pronta a ser virada para cozer mais um pouco do outro lado.
Servi as panquecas com  mel e compota de morango.

Nota: Utilizei o Spray para Untar Espiga e confesso, está mais que aprovado! A panqueca não agarrou, saiu perfeitinha, experimentem!

Bom Apetite!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

BISCOITOS DE LARANJA

Mais uma receita confeccionada pela minha Irmã F. que tal como disse anteriormente, tens umas mãos de fada para a culinária! Desta vez trouxe-vos estes biscoitinhos de laranja que eu não provei mas gostava de ter provado pois o aspecto está 5*.

Ingredientes:
| 300gr de Farinha com Fermento
| 100gr de Açúcar
| 100gr de Margarina
| 1 Laranja
| 2 Gemas

Preparação: Ligue o forno e regule-o a 200 ºC.
Numa tigela misture a farinha com o açúcar e junte a margarina cortada em cubinhos. Meta a mão na tigela e desfaça os bocadinhos da margarina com as pontas dos dedos até obter uma areia grossa. Abra um buraco ao centro e deite aí a raspa e o sumo das laranjas e as gemas. Amasse tudo rapidamente até obter uma massa que possa tender.
Molde em bolinhas ou a forma que quiser (neste caso em s's) e coloque sobre o tabuleiro untado e enfarinhado com papel vegetal. Leve a cozer no forno por 15 min., pincele com um ovo batido e quando retirar o tabuleiro do forno, passe os biscoitos ainda quentes por açucar e deixe arrefecer.

Bom Apetite!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DIA MUNDIAL DAS MASSAS

Imagem retirada da internet
Amante de massa como sou, não poderia deixar passar em branco este dia!
Hoje é o Dia Mundial das Massas e para o comemorar, irei saborear ao jantar um pratinho deste ingrediente!

ARROZ DE FEBRAS COM CENOURA

Já vos tinha mostrado um Arroz de Febras aqui, mas desta vez decidi alterar um pouco a receita e acrescentar mais um ingrediente, cenoura. Dá um paladar muito bom ao arroz, ficando na minha opinião, mais saboroso.

Ingredientes:
| 500gr de Carne de Porco aos cubos
| 1 Cebola
| 1 Alho
| 1 folha pequena de Louro
| Salsa q.b.
| 2 Cenouras médias
| Pimento vermelho q.b.
| Azeite Clássico Espiga
| Vinho Branco q.b.
| Polpa de Tomate q.b.
| Sal, Pimenta e Piri-Piri q.b.
| 1 medida de Arroz Agulha

Preparação: Num tacho, leve a cebola e o alho picados, o louro, o pimento e a salsa a refogar num fio de azeite. Assim que a cebola começar a ficar translúcida, acrescente o vinho branco a gosto, deixando evaporar bem e, de seguida, acrescente a polpa de tomate. Tempere de sal, pimenta e piri-piri a gosto.
Junte a carne de porco previamente partida em cubinhos juntamente com a cenoura e deixe tomar gosto. Adicione um pouco de água deixando a carne cozinhar nesse preparado durante cerca de meia hora.
Coloque mais água no tacho (cerca de quatro medidas) rectificando de seguida os temperos.
Assim que a água levantar fervura, adicione o arroz (uma medida) e deixe cozer cerca de 10 minutos.
Findo esse tempo, desligue o lume e reserve por instantes.

Bom Apetite!

sábado, 23 de outubro de 2010

UM AMOR EM TEMPO DE GUERRA


Imagem retirada da internet
Sinopse:
António nasceu marcado pelo nome. O mesmo que o vizinho da rua das traseiras, o homem que se fez doutor em Coimbra e que ia à terra sempre que podia, o tal que governava o país com pulso de ferro. Mas de pouco ou nada lhe valeu tão grande nome quando o destino o enviou para Angola, para defender a pátria em nome de uma guerra distante que não era a sua.
Deixou para trás a sua terra, a mãe inconsolável e Amélia, a mulher que pedira em casamento, num banco de pedra, junto à igreja e que prometera fazer dele o homem mais feliz de Vimieiro. Promessa gravada num enxoval imaculado que ficou guardado no armário, à espera do fim daquela maldita guerra.
Quando António regressou de Angola, era um homem diferente. Marcado no corpo por anos de guerra e de cativeiro e no coração por um amor impossível que deixara em pleno mato angolano. Regressava para cumprir a promessa que fizera anos antes à sua noiva Amélia, que o julgara morto, e que, em sua memória, tinha enterrado um caixão sem corpo.

Opinião:
"Um amor em tempo de guerra" foi o primeiro livro que li de Júlio Magalhães e confesso que gostei bastante.
Um livro que relata uma fase conturbada, a guerra do Ultramar.
Achei este livro bastante interessante, de uma leitura fácil e agradável.
Ao ler este livro, coloquei na minha mente como personagem principal o meu sogro, que tal como António (a personagem do livro) também ele foi chamado para defender a pátrica em terras africanas...
Imaginei o sofrimento da família ao receber tal notícia, ao desespero por meses e meses sem qualquer contacto...
Aconselho a leitura deste livro e certamente que este não será o único livro que irei ler deste autor.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

PASSATEMPO B.V. "O MEU 27º ANIVERSÁRIO"

E com esta receita venho participar no passatempo da B.V. intitulado "O Meu 27º Aniversário".
A receita deste Bolo de Aniversário podem encontrar aqui e para participarem também acedam aqui.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

MACARRÃO COM BACON E COGUMELOS

Como amante que massa que sou, não podia faltar cá no estaminé um pratinho delicioso como este. Preparado num jantar para sábado, em que a inspiração não está no auge e a vontade de cozinhar é pouca, sai esta refeição deliciosa e muito fácil de fazer! A inspiração para esta massa surgiu após ver as massinhas deliciosas que a Sónia Meirinho e o seu Chefe Bruno preparam =)  A receita de inspiração encontra-se aqui.

Ingredientes:
| 250gr de Macarrão (ou outra massa a gosto)
| 1 pacote de Natas
| 1 lata pequena de cogumelos laminados
| 1 embalagem de Bacon aos cubos
| Sal e Pimenta q.b.
| Oregãos
| Azeite q.b.

Preparação: Coza a massa al dente em água fervente com sal a gosto.
Verta um fio de azeite numa frigideira anti-aderente e aloure nele os cogumelos laminados juntamente com o bacon.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Adicione de seguida as natas e deixe cozinhar mais um pouco.
Assim que a massa estiver cozida, escorra a água e junte-a ao preparado anterior envolvendo tudo muito bem.
Polvilhe com oregãos a gosto e sirva quente.
Bom Apetite!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

QUICHE DE LEGUMES

E hoje mostro-vos mais uma receita preparada pela  minha Irmã F. Desta vez uma deliciosa Quiche de Legumes para servir como entrada no aniversário do meu cunhado D. que fez anos na segunda-feira! Parabéns a ele mais uma vez!!

Ingredientes:
| 1 base de Massa Folhada fresca
| Milho
| Feijão Verde
| Pimentos
| Ervilhas
| Cenoura
| Cogumelos laminados
| 2 Ovos
| 1 Pacote de Natas
| Sobras de Frango
| Chouriço ou Bacon
| Sal e Pimenta q.b.

Preparação: Numa tarteira, estende-se a massa folhada e com um garfo pica-se o fundo.
Cozem-se os legumes todos menos os cogumelos (se utilizarem uma embalagem de macedónia não é necessário cozê-los, basta passar por água quente para retirar o gelo).
Corta-se as sobras de frango em bocadinhos assim como o chouriço e coloca-se tudo na tarteira.
Misturam-se os ovos inteiros com o pacote de natas, acrescenta-se sal e pimenta a gosto e bate-se tudo.
Cobre-se os legumes com este preparado e vai ao forno por 15 minutos.

Bom Apetite!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

BOLO DE BAUNILHA BOCA DOCE

Desde que vi a receita deste bolinho no blogue da Sónia Alexandra que quis experimentar. E ainda bem que o fiz pois ficou um bolinho bem saboroso e além disso é muito fácil de preparar.
Aproveitei para utilizar o Pudim Boca Doce de Baunilha que a querida Catarina me ofereceu.
A receita original podem encontrar aqui.

Ingredientes:
| 4 Ovos
| 1 saquinho de Pudim Baunilha Boca Doce
| 2 saquinhos (medida) de Açúcar
| 1 saquinho (medida) de Óleo Alimentar Espiga
| 1 saquinho (medida) de Leite
| 2 saquinhos (medida) de Farinha
| 1 colher (sobremesa) de Fermento em Pó

Preparação: Bata os ovos com o pó do pudim e o açúcar até obter uma massa homogénea.
Acrescente os restantes ingredientes e bata com a vara de arames.
Vaporize uma forma com o Spray para Untar Espiga e verta sobre ela a massa do bolo.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC e vá verificando a cozedura.
Antes de retirar do forno, faça o teste do palito e se estiver cozido uniformemente, retire do forno e desenforme.
Polvilhei com açúcar em pó.
Uma fotografia do bolo, prontinho a comer. Desenformado com o Spray Espiga e como podem ver, saiu perfeito!
O interior do bolo ao pormenor, vem fofinho e húmido e muito gabado pelo marido.

Bom Apetite! 

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

OMOLETE MISTA

Como na semana passada o marido estava a trabalhar e eu tinha que jantar sozinha, o apetite para cozinhar e comer não era muito e então saiu esta refeição saborosa e ultra rápida de se preparar. Desta vez utilizei o Spray para Untar Espiga e gostei imenso do resultado! A omolete saiu perfeita e não agarrou nem um pouquinho à frigideira... Já não me vejo sem este aliado na minha cozinha! 

Ingredientes:
| 2 ovos
| 1 pitada de sal
| 1 fatia de queijo
| 1 fatia de fiambre

Preparação: Numa tigela, bata os ovos com uma vara de arames e adicione uma pitada de sal.
Vaporize uma frigideira com o Spray para untar Espiga e leve-a ao lume até aquecer.
Verta os ovos e deixe cozinhar lentamente, virando a omolete para que cozinhe uniformemente de ambos os  lados.
Disponha as fatias de queijo e fiambre e fecha a omolete em meia-lua.

Sirva com um acompanhamento a gosto!
Nota 1: Servi com um pouquinho de esparguete cozido Al Dente aromatizado com oregãos.
Nota 2: Para quem quiser uma omolete ainda mais saudável, coloque apenas 1 ovo inteiro e 1 clara em vez dos 2 ovos inteiros.

Bom Apetite!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

DE BAGDADE COM AMOR


Imagem retirada da net

Sinopse: Ao entrarem numa casa abandonada em Fallujah, no Iraque, alguns fuzileiros ouvem ruídos suspeitos, empunham as armas, contornam uma parede e preparam-se para abrir fogo.
Oque encontram durante o ataque americano à "cidade mais perigosa do mundo," contudo, não é um rebelde apostado em vingar-se, mas um cachorrinho, abandonado durante a fuga da maior parte da população civil antes de começar o bombardeamento. Apesar da lei militar que os proíbe de ter animais de estimação, os fuzileiros tiram as pulgas ao cachorro com querosene, desparasitam-no com tabaco de mascar e empanturram-no com refeições de consumo imediato (RCI).
Inicia-se assim a dramática tentativa de resgatar um cão chamado Lava, que por sua vez irá salvar das feridas emocionais da guerra pelo menos um fuzileiro, o tenente-coronel Jay Kopelman.

Opinião:
Terminei hoje de ler este livro que me foi emprestado pela Fernanda. Muito obrigada desde já :)
Ao início estranhei um pouco este tipo de registo pois a história passa-se em plena guerra no Iraque, logo todas as armas e técnicas de combate e todas essas coisas são mencionadas.
Mas depois quando o Lava entra em cena tudo muda de figura! É incrivel como um fuzileiro do Exército Americano se apaixona pelo pequeno e doido cão e faz de tudo para o retirar do Iraque.
Uma história verídica, com um final feliz!
Recomendo a leitura!

CARIL DE PEIXE

E hoje é dia de mostrar mais uma receita preparada pela minha irmã F.
Desta vez um delicioso Caril de Peixe.

Ingredientes:
| Filetes de Pescada
| miolo de Camarão
| 1 Cebola
| 1 dente de Alho
| 1 folha de Louro
| Polpa de Tomate q.b.
| Leite
| Azeite
| Caril em pó q.b.
| Côco ralado
| sal e pimenta
| 1 pacote de Natas
| Salsa q.b.

Preparação: Pica-se a cebola e o dente de alho, e a folha de louro, refoga-se no azeite assim que comece querer ficar douradinha a cebola, junta-se-lhe o peixe e o camarão refogam-se ligeiramente, junta-se a polpa de tomate, rega-se com um pouco de leite, meio pacote de natas, e uma colher de sopa bem cheia de coco ralado, rectifica-se o sal e pimenta e deixa-se cozinhar por cerca de 10 min., junta-se então o caril a gosto, querendo mais amarelinho junta-se também um pouco de açafrão, deixando apurar. Perto de estar tudo pronto, acrescenta-se uma colher de sopa de salsa fresca picadinha, cozinha mais um pouco para dar o gosto e tira-se do lume. Acompanhei com um pouco de arroz branco e decore com salsa picada.

Bom Apetite!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ARROZ DE CENOURA E ERVILHAS

Preparei este arroz para o jantar de sábado, uma ideia que retirei do blog da simpátia Luisa Alexandra, onde podem ver a receita original aqui. Ficou bem saboroso e assim agradou tanto a mim (que adoro cenoura) como ao meu marido (que adora ervilhas). Fiz assim:

Ingredientes:
| 1 medida de Arroz
| 2 medidas de àgua
| 1 Cebola
| 1 Cenoura grande
| Ervilhas a gosto
| 1 folha de Louro

Preparação: Num tacho, leve a cebola picada e a folha de louro a alourar em azeite.
Adicione a água e tempere com sal. Junte as ervilhas e a cenoura cortada em cubinhos e deixe que a água levante fervura.
Adicione o arroz envolvendo bem nos restantes ingredientes, tape e deixe cozinhar durante durante cerca de 15 minutos.
Findo esse tempo, desligue o fogão e aguarde uns minutinhos antes de servir para que a água evapore na totalidade.
Este arroz foi o acompanhamento a estas Pataniscas de Bacalhau.
A receita podem encontrar aqui, a única diferença é que estas patanicas fritei em Óleo Alimentar Espiga que é bem mais saudável por ser de Girassol e Amendoim.

Bom Apetite!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

GELADO DE MOUSSE, NATA E BOLACHA

Este geladinho surgiu a pedido do meu marido que lhe apetecia uma sobremesa deste tipo. Lá coloquei mãos à obra e aqui está o resultado bastante apreciado por todos.

Ingredientes:
| 2 pacotes de Natas
| 1 pacote de Mousse de Chocolate
| 1 1/2 pacotes de Bolacha Maria
| café q.b.
| 3 colheres (sopa) de Açúcar

Decoração:
| 1/2 pacote de Bolacha Maria picada
| Physalis

Preparação: Bata as natas em chantilly juntando o açúcar e batendo mais um pouco. Reserve.
Prepare a mousse de chocolate conforme instruções da embalagem e reserve igualmente.
Faça de seguida, numa taça a servir, uma camada inicial de nata, seguida de uma camada de Bolacha Maria demolhada em café forte e em cima coloque uma camada de mousse de chocolate.
Continue com esta sequência até terminar todos os ingredientes, sendo a última camada a de nata.
Decore com Bolacha Maria picada.
Leve ao congelador até solidificar e na hora de servir, decore com physalis.

Aqui está a foto do seu interior, metade devorado e bem apetitoso!

Nota: Para a próxima coloco 2 pacotes de Mousse pois assim a diferença de cores é mais notória.

Bom Apetite!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

DESAFIO 9 COISAS SOBRE MIM

Aqui está o 1º Desafio do estaminé, enviado pela  Hélia do blog Mais uma sobre Culinária.
O desafio consiste em dizer 9 coisas sobre mim tal como o título indica. Ora cá vamos nós:

1 - Eu e o meu marido começamos a namorar em tempos de escola, tinha eu catorze anos e estamos neste momento casados à 1 ano.
2 - Tenho uma irmã com apenas 10 anos e que é a luz dos meus olhos!
3 - Adoro ler. Um gosto que esteve no esquecimento durante tempo de mais mas que agora voltou em força.
4 - Sou muito mas muito gulosa =)
5 - Apesar de adorar o Verão, não dispenso uma boa tarde de chuva passada no sofá com o marido a ver filmes e de preferência com a lareira quentinha.
6 - Morro de medo de aranhas e todo o tipo de bichos.
7 - Em miúda parti uma perna a andar de patins.
8 - Tenho medo do escuro e de dormir sozinha (Oh sorte, sou uma verdadeira medricas confesso!!)
9 - Sou um pouco paranóica no que diz respeito a fechar portas e carros... tenho que verificar mais do que uma vez se está realmente tudo muito bem fechado!!

E agora tinha de passar este desafio a mais nove pessoas mas deixo o desafio em aberto para quem o quiser levar =)

BACALHAU COM BROA

Na semana passada apeteceu-me experimentar em casa uma receita nova, Bacalhau com Broa.
Pedindo dicas aqui e acolá, escolhi esta receita e penso que me sai muito bem =)
Com esta receita aproveitei ainda para experimentar o Azeite Clássico Espiga  que vinha no Kit Espiga oferecido pela Lusitana.

Ingredientes:
| 3 Lombos de Bacalhau
| Farinha q.b.
| Azeite Clássico Espiga
| Broa de Milho q.b. (caseirinha que a minha mãe fez e deu-me)
| 2 dentes de Alho
| Salsa q.b.

Preparação: Com os lombos de Bacalhau devidamente demolhados, passe-os por farinha e aloure-os em azeite bem quente.
Coloque-os num pirex refractário e reserve.
Entretanto, desfaça o miolo da Broa na picadora, adicione-lhe os dentes de alho e a salsa picados e regue tudo com um fio de Azeite Clássico Espiga para ir ganhando gosto.
De seguida, cubra os lombos de Bacalhau com o preparado de Broa.
Regue tudo novamente com Azeite Clássico Espiga e leve ao forno até a broa alourar.
Acompanhe com batata à murro ou outro acompanhamento a gosto.



É um azeite tradicional com um aroma leve frutado e maduro e um ligeiro toque de doce. Com 0,7% de acidez máxima, resulta de um blend que incorpora azeite refinado e azeite virgem.
O Azeite Clássico Espiga combina com qualquer tipo de prato e é ideal para cozinhar e para temperar.


 
Bom Apetite!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A ILHA

Sinopse:
Num momento em que tem que tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, Alexis Fieldings está determinada a descobrir o passado da sua mãe. Mas Sofia nunca falou sobre ele, apenas contou que cresceu numa pequena aldeia em Creta antes de se mudar para Londres. Quando Alexis decide visitar Creta, a sua mãe dá-lhe uma carta para entregar a uma velha amiga e promete que através dela, Alexis vai ficar a saber mais. Quando chega a Spinalonga, Alexis fica surpreendida ao descobrir que aquela ilha foi uma antiga colónia de leprosos. E então encontra Fotini e finalmente ouve a história que Sofia escondeu toda a vida: a história da sua bisavó Eleni, das suas filhas e de uma família assolada pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Alexis descobre o quão intimamente ligada está àquela ilha e como o segredo os une com tanta firmeza.

Opinião:
Terminei agora à pouco de ler este livro gentilmente aconselhado e emprestado pela querida Verita.
Só tenho uma palavra sobre este livro: FAN-TÁS-TI-CO!
Adorei o enredo! Uma história onde o amor vence novamente!
A autora do livro demostra um grande conhecimento sobre a doença abordada neste livro: a lepra!
Aconselho vivamente à leitura deste fantástico bestseller!!
Verita, muito obrigada!!

TRUQUES E DICAS #3

Batatas - Cozinhar sem Segredos
Fonte: Tv & Culinária nº 52

  • Batata Aromática - Polvilhe noz-moscada nas batatas cozidas pouco antes de servir. Com o calor, o sabor e o aroma desse ingredientes são valorizados.
  • Casa sem Cheiros - Se quer evitar que toda a casa fique a cheirar a batatas fritas, coloque um ramo de salsa no óleo.
  • Boas para Fritar?- As batatas fritas nem sempre são boas. O motivo é simples: nem todas as batatas servem para fritar. Para saber se as batatas que comprou cumprem esse objectivo, deite 300 gramas de sal num litro de água e coloque lá dentro a batata. Quanto mais rapidamente vier à superfície, melhor é para fritar.
  • Batata assada com Casca - Para assar batatas com casca mais rapidamente, coza-as por 15 minutos e escorra. Pincele a superfície com azeite, embrulhe-as em papel-alumínio e asse em forno quente. Para evitar que a casca se rompa, fure as batatas com um garfo.
  • A Cozedura - Se cozer batatas com casca, dê-lhes um pequeno golpe antes para que cozam mais depressa. O tempo de cozedura para 1/2kg de batatas é de cerca de 30 minutos em fogão tradicional. Se cozer batatas cortadas, tenha em atenção que o tempo de cozedura diminui consideravelmente e que os pedaços não devem ser demasiado pequenos, pois terão tendência a desfazer-se durante a cozedura. As batatas velhas e as novas têm tempos de cozedura distintos: as mais velhas devem ser colocadas em água ainda fria e as mais novas em água a ferver. Teste o ponto de cozedura espetando-as com um garfo.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

PESCADA À MINHA MODA

E aqui está mais uma receita confeccionada com os produtos que vieram no KIT ESPIGA oferecido pela Lusitana.
Desta vez experimentei o Azeite Seleccionado Virgem Extra Espiga.
Tanto eu como o meu marido gostamos imenso do azeite, com um sabor bastante suave devido à sua pouca acidez (0,4%) dá um óptimo sabor ao peixe cozido! Estou desejosa de o experimentar num belo polvo =)
Aprovado.

Ingredientes:
| 2 postas de Pescada
| 1 Cebola
| 1 Alho
| Sal q.b.
| Pimenta Preta q.b.
| 4 Batatas  
| 2 Ovos
| Couve Flor q.b.

Preparação: Com antecedência, tempere a Pescada com sal e pimenta preta a gosto para que vá ganhando gosto.
Na hora de confeccionar, encha uma panela com água e junte uma cebola e um alho pequenos e leve ao lume.
Assim que levantar fervura adicione a Pescada e deixe cozer cerca de 10 minutos.
Entretanto, coza as batatas, os ovos e a couve flor em água fervente temperada com sal durante cerca de 15 a 20 minutos.
Sirva regado com um Azeite Seleccionado Espiga

Azeite Seleccionado Virgem Extra Espiga

Uma opção de qualidade para quem escolhe sempre o melhor. Com um grau de acidez de 0,4%, é um azeite aromático de sabor persistente que apresenta um aroma frutado verde, levemente amargo e com notas de picante.
É ideal para confeccionar pratos fortes da gastronomia tradicional Portuguesa, onde a complexidade do azeite acentua a personalidade da receita.
É óptimo com pão no início das refeições.


Bom Apetite!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

PIZZA CAMPONESA

Mais uma pizza para este estaminé, desta vez feita a quatro mãos com a minha irmã F. para um jantar familiar decidido à última da hora! Ficou uma delícia. A massa, costumamos ir à padaria e compramos massa de pão ainda crua! È so estender em casa com o rolo da massa e já está :)

Ingredientes:
| 6 pães com massa ainda crua
| azeite
| polpa de tomate
| oregãos
| queijo q.b.
| fiambre q.b.
| 1 lata de cogumelos laminados
| 1 lata pequena de milho doce
| 1 lata de salsichas

Preparação: Numa superfície lisa e polvilhada com farinha, coloque a massa de pão e estenda-a com o rolo da massa até obter a altura desejada.
Polvilhe o tabuleiro do forno com farinha e disponha a massa sobre ele.
Pincele a massa com um pouco de azeite e de seguida disponha a polpa de tomate distribuindo-a por toda a massa.
Polvilhe com oregãos a gosto.
Em seguida, coloque as fatias de queijo e fiambre e por cima os cogumelos laminados, milho e salsichas às rodelas.
Leve ao forno previamente aquecido até ficar bem douradinha.
Retire do forno e delicie-se!

Bom Apetite!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

DOCE DE NATA E BOLACHAS

E o Outono chegou em força, aliás, o temporal que se fez sentir no passado Domingo mais parecia Inverno que Outono. Depois de um baptizado e um fim-de-semana XXL =) cá estou eu de volta ao trabalho.
Hoje mostro uma receita super fácil, inspirada numa receita que vi na revista TV & CULINÁRIA. Como apetecia uma sobremesa rápida e saborosa, foi este o resultado.

Ingredientes:
| 1 Pacote de Natas
| Bolachas com recheio de Chocolate q.b.
| Granulado de Chocolate q.b.

Preparação: Bata as natas até que fiquem bem firmes e leve ao frigorifico.
Enquanto isso, pique as bolachas com chocolate no 1,2,3 e reserve.
Em taças, faça então camadas alternadas de nata e bolacha picada (conforme foto) sendo a ultima camada de nata.
Decore com granulado de chocolate e leve ao frigorífico até à hora de servir.

Bom Apetite!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

PHYSALIS - OFERTA DA CUNHADA F.

No Domingo a minha cunhada F. trouxe-me todos estes Physalis para eu poder utilizar na decoração das minhas sobremesas.
Andei a pesquisar e aqui estão algumas curiosidades sobre a Physalis:

Physalis é um género botânico pertencente à família Solanaceae originária da Amazónia e dos Andes.
É uma planta herbácea de hábitos perenes e reproduzida por sementes. Destaca-se por apresentar um cálice frutífero acrescente, vesiculoso e intumescido, envolvendo completamente o fruto.
A origem do nome, Physalis, deve-se às características supra citadas, pois em grego, Physalis significa bexiga.
É conhecida como Huchuva na Colômbia, Hosuki no Japão e nos Açores como tomate capucho e pode chegar até aos dois metros de altura.

Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

TRUQUES E DICAS #2

Congelados - a salvação das donas de casa
Fonte: Revista TV & CULINÁRIA nº 50


  • MORANGOS - Comece por lavá-los em água corrente e depois retire-lhes o pé. Seque-os com a ajuda de um pano de cozinha e coloque-os em caixinhas ou sacos de plástico. Verá como não absorvem a água e, na altura de os comer ou confeccionar, estarão como na hora em que foram congelados.

  • PÃO - É necessário que esteja fresco! Acondicione-o muito bem num saco de plástico e conservar-se-á por quatro a seis semanas. Para descongelar, coloque-o no frigorífico, no forno ou no microondas ou deixe à temperatura ambiente.

  • GELADOS - Antes de os colocar no congelador, envolva-os com película aderente. Assim, irão conservar-se durante muito mais tempo e ficarão sempre saborosos.

  • CLARAS - Se fez alguma receita em que apenas utilizou gemas, guarde as claras numa caixa de plástico, hermeticamente fechada, e congele-as. Quando quiser utilizá-las, bastará descongelá-las à temperatura ambiente.

  • COGUMELOS - Pode congelá-los cruz ou cozidos. Se forem pequenos, deixe-os inteiros; se são grandes, corte-os em fatias. Aloure-os em manteiga por um minuto e acondicione-os em sacos próprios para o efeito. Se estiverem crus, conservar-se-ão por mais de oito meses. Descongele-os à temperatura ambiente.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

COMPRAS - SORAIA SILVA

Já fiz esta encomenda à Soraia à algum tempo mas só hoje tive oportunidade de tirar foto e vir cá mostrar!
Como sabem a Soraia vende produtos Tupperware e como eu andava a precisar de algumas coisas nem hesitei.

Mostro-vos então a Tupperware Mediterrânio 600ml (azul) e a Batedeira Média 2.75l (laranja) que vão ser muito úteis!
E simpática como a Soraia é, ainda enviou uns miminhos junto com a minha encomenda.
Um saleiro e pimenteiro em madeira, um pacote de canela em pó e ainda um frasquinho todo giro de Doce de Maçã e Courgete!
Muito obrigada e um beijinho grande!!