terça-feira, 31 de agosto de 2010

Actualização: Obrigada a todas pelas mensagens cheias de carinho! Tal como previa não aguentei mais de 1h no trabalho e tive que ir directa ao hospital... Depois de 30minutos a soro e ter levado uma injecção vim medicada e com diagnóstico de gastroentrite...

Agora só comidinhas leves, maçã cozida e sopinha de arroz para o estômago acalmar...

VOLTEI...

... mas doente...

(foto retirada da net)
O fim-de-semana prolongado em Alcafozes correu muito bem mas como não há bela sem senão voltei doente...
Vim trabalhar mas não sei se o corpo aguentará até ao fim do dia... febre, enjoos e outras coisas mais..
Acho que ainda vou fazer uma visita ao hospital...

Beijinhos***

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

BOLO MÁRMORE II


Aqui está a receitinha de Bolo Mármore que eu faço desde criança =) Acho que foi um dos primeiros bolos que eu aprendi a fazer e é sem dúvida a minha receita preferida, sai sempre bem!!
E antes de passarmos à receita, venho aqui comunicar que vou hoje ao fim do dia de fds prolongado =) Destino: Alcafozes (Castelo Branco)!! Vamos para casa de familiares e assistir às festas em honra da Nossa Sr.ª de Loreto, padroeira da aviação. Alguém conhece? Até segunda (",)

Ingredientes:
| 4 ovos
| 250gr de farinha
| 250gr de açucar
| 125gr de manteiga
| 1 colher (chá) de fermento
| chocolate em pó q.b.
| 1/2 chávena de leite (as minhas têm capacidade para 250ml)

Preparação: Bate-se a manteiga (previamente derretida) com o açucar e as gemas até que a massa fique homogénea.
Junta-se o leite alterando com a farinha e o fermento.
De seguida, acrescenta-se as claras batidas em castelo.
Retira-se um pouco de massa para outro recipiente à qual se adiciona o chocolate em pó.
Unta-se uma forma com manteiga e farinha e ver-te as massas alternadamente para dar o efeito desejado.
Leva-se ao forno quente a cozer cerca de 30 a 40 minutos.

Bom Apetite!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

FRANGO ESTUFADO COM CENOURA E COGUMELOS


Aqui está mais um pratinho preparado durante as férias em Portimão! Como levamos franguinho de casa e todos os outros ingredientes foi só descongelar e colocar mãos à obra! Este é um prato muito apreciado por nós.
A receita podem encontrá-la aqui.

Bom Apetite!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

ARROZ DE CENOURA

Apesar de o arroz não ser um dos meus acompanhamentos preferidos (mil vezes massa!!!) gosto muito de variar na sua confecção!
Desta vez, surgiu o arroz de cenoura para acompanhar uns bifinhos grelhados!

Ingredientes:
(para 2 pessoas)
| 1 cebola pequenina
| 1 cenoura grande
| azeite
| 1/2 folha de louro
| sal
| 1 caldo de arroz
| 1 medida de água
| 1/2 medida de arroz
| vinagre

Preparação: Raspe a cenoura previamente (se preferir, opte por cortá-la aos cubinhos)
Pique a cebola e leve-a a refogar juntamente com um fio de azeite e o louro.
Assim que a cebola ficar translúcida, adicione a água e tempere-a com sal e o caldo de arroz.
Adicione de seguida a cenoura raspada.
Assim que a água levantar fervura, adicione o arroz e uns pingos de vinagre para que o arroz fique soltinho.
Mexa, baixe o lume e tape deixando cozer até que o arroz absorva toda a água.

Bom Apetite!

terça-feira, 24 de agosto de 2010

LAÇOS QUE PERDURAM

Sinopse
Quando Jim partiu, tão precocemente, da sua vida, Julie temeu afundar-se numa dor sem retorno, temeu não mais ser capaz de amar. Mas, pouco tempo depois da morte do marido, recebe um presente misterioso - uma cachorrinho feio e assustado - e a promessa póstuma de Jim de que será sempre o seu guardião. Aos vinte e nove anos, numa altura em que o poder mágico de Cronos suavizara a sua dor que a dilacerou nos primeiros tempos, Julie é, obviamente, demasiado jovem para desistir do amor. E nem Mike Harris nem Richard Franklin parecem estar dispostos a que isso aconteça...
Nicholas Sparks é autor de algumas das mais emocionantes histórias de amor do nosso tempo, e, em LAÇOS QUE PERDURAM, aventura-se, pela primeira vez, por caminhos que nunca antes havia trilhado. Com a mesma intensidade criativa, quer no plano da escrita quer no plano emocional, do enredo e das personagens, que os leitores, de resto, já antecipam a cada nova leitura de um romance de Sparks, LAÇOS QUE PERDURAM adquire uma nova magnitude ao explorar a vertente mais obscura da psique humana. Uma violenta obsessão, quase fatal, vem assombrar a beleza pura desta história de amor e revela-nos os limites imperscrutáveis a que pode conduzir o ciúme doentio de um homem aparentemente comum mas que esconde uma patologia grave. No momento em que está de novo desperta para o amor, Julie tem de enfrentar o pior dos pesadelos - sobreviver à perseguição de um louco.

Opinião
Tal como Nicholas Sparks refere na sua Nota de Autor, Laços que Perduram é, em primeiro lugar, uma história de amor e, em segundo lugar um romance policial.
Na intenção de escrever algo diferente do seu registo habitual, Nicholas Sparks contemplou-nos com esta história emocionante, recheada de amor e perigo em simultâneo.
Laços que Perduram retrata a história de Julie, uma rapariga que fica viúva com apenas 25 anos, pois o marido, Jim, morre com cancro.
Contudo, antes de morrer, Jim prepara uma surpresa para fazer companhia a Julie num momento de tanto sofrimento, um cão! Singer será, assim, o novo companheiro de Julie e consequentemente, o seu guardião!
Julie vê em Singer uma extensão de Jim, uma companhia diária que a ligará eternamente ao seu falecido marido.
E tal como Jim pede na carta que se fez acompanhar a Singer, Julie sente-se preparada para seguir em frente na sua vida e tentar encontrar alguém com quem partilhar o seu amor.
Mike é um dos fortes candidatos. Melhor amigo de Jim, conhece Julie à imensos anos e mesmo que esse sentimento estivesse "adormecido" até à morte de Jim, Mike sente algo mais do que amizade por Julie.
No entanto, Richard Franklin atravessa-se no meio desta amizade e Julie pensa que encontrou o homem ideal.
Durante uma viagem de Richard, Julie vai a um bar tomar café com Mike e é ai que o seu verdadeiro amor é revelado. Julie vê-se ao lado de Mike e não de Richard, e quando este volta da viagem é essa mesma informação que Julie acaba por lhe transmitir.
Mas Richard não tenciona deixar Julie, a mulher que lhe faz lembrar a sua esposa que ele próprio matou.
Richard revela-se um verdadeiro psicopata, acabando por presseguir Julie.
Mike, aliado de Singer, torna-se então a peça chave nesta historia, será a pessoa que ajudará Julie a enfrentar uma pessoa má em todos os sentidos, capaz de cometer a maior loucura para ficar com ela.
Um livro verdadeiramente emocionante, recheado de acção e suspense.
Com um final que nos deixa divididos... tristes por um motivo mas alegres por outro!

Este livro foi emprestado pela minha amiga Princessu. Obrigada linda!!!

COMPRAS - FLOR DE TAVIRA

Foi graças à Luísa Alexandra que tive conhecimento do blog Flor de Tavira.
Quando vi o post das Panquecas de Alfarroba fiquei logo com água na boca e decidi entrar em contacto com a Flor de Tavira para poder comprar a farinha de Alfarroba.
Do lado de lá encontrei uma senhora muito simpática, a Dina, que tratou de imediato da minha encomenda e mostrou-me todos os produtos que tem disponíveis!
Ontem quando cheguei a casa tinha a encomenda à minha espera e quando abri fiquei muito agradada!
Aqui podem ver um pacotinho de Farinha de Alfarroba para poder experimentar as Panquecas e outras coisas mais, e ainda comprei dois pacotinhos de Cardomomo!
Um deles seguirá para a minha amiga Princessu =)

Dina, muito obrigada pela simpatia! Estou ansiosa por experimentar estes novos produtos!
E para todas as pessoas que queiram experimentar estes e muitos mais produtos, não hesitem e falem com a Dina! Ainda por cima, a Dina está a sortear uma máquina para Donuts.
Vejam tudo aqui!

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

PENNE COM ATUM

Hoje é dia de vos mostrar uma das refeições que preparei durante as férias! Amantes de massa como somos, este pratinho soube muito bem!

Ingredientes:
| 2 latas de atum
| 1 cebola pequena
| azeite q.b.
| polpa de tomate q.b.
| pimento vermelho
| massa penne (250gr aproximadamente)
| queijo

Preparação: Num tacho, leve a cebola picada a alourar no azeite. Assim que a cebola ficar translúcida, adicione polpa de tomate a gosto bem como pimento vermelho às tiras.
Tempere de sal e pimenta e de seguida adicione o atum.
Deixe refogar um pouquinho.
Enquanto isso coza a massa al dente.
Sirva a massa com o refogado de atum e polvilhe com queijo a gosto!

Nota: Como não tinhamos queijo ralado utilizamos mesmo queijo fatiado Limiano que era o que tinhamos de momento.

Bom Apetite!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

ALETRIA DOCE II

Quando voltei de férias, a primeira coisa que a minha avó me pediu foi para lhe fazer um pouco de aletria. Segundo ela, andava com saudades!!! Tanto ela como eu gostamos de a comer ainda quentinha polvilhada com canela! E como pedidos da minha avó vão ordens, aqui está o resultado! Já tenho aqui uma receita de aletria mas desta vez decidi testar a receita que a minha irmã F. faz, com leite. Ficou assim amarelinha pois os ovos são caseiros e isso faz toda a diferença :)

Ingredientes:
| 1l de leite
| 250gr de aletria
| 200gr de açucar
| 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
| 1 pau de canela
| 1 casca de limão
| 3 gemas
| canela em pó

Preparação: Num tacho, leve o leite a ferver com a casca de limão, a manteiga e o pau de canela deixando ferver.
Retire a casca de limão e o pau de canela e adicione a aletria deixando cozer até que a aletria tenha absorvido o leite.
Junte de seguida o açucar.
Acrescente, então, as gemas de ovo bem batidas, mexendo até estarem cozidas.
Deite a aletria numa travessa e polvilhe com canela a gosto.

Curiosidades: A Aletria (do árabe al-irtiâ) é uma massa em fios finos, utilizada para fazer sopas e doces.
Mais confeccionada no norte do país, a aletria doce não pode faltar na mesa de Natal das famílias mais tradicionais.
Com uma receita muito semelhante à do arroz doce, fica, igualmente, mais saborosa quando degustada com um travo a canela.

Bom Apetite!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

OFERTA RECEBIDA - CARLA OLIVEIRA

Devem imaginar como é bom chegar a casa e ver que o carteiro nos deixou uma encomenda vinda de uma menina simpática!
Ora, foi exactamente isso que aconteceu comigo! Quando cheguei de férias, tinha uma caixinha à espera de ser aberta! Vinda da querida Carla Oliveira do blog Acção na Cozinha!
Um dos miminhos que vinha lá dentro já sabia o que era, pois tinha pedido à Carla, um suporte para o pacote de leite que ela generosamente me ofereceu :)
Mas dentro da caixinha como podem ver, vinha igualmente este frasquinho de Sal Aromatizado (tomilho, manjerona, manjericão, salva, lavanda, pimenta preta, oregãos e estragão) e um bilhetinho cheio de simpatia.
Já tive oportunidade de agradecer mas aqui deixo o meu muito obrigada novamente!!
E agora, toca a darem me ideias para utilizar o Sal Aromatizado :)

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

QUICHE DE APROVEITAMENTOS

Para aproveitar a carne picada que sobrou do Esparguete à Quasi Pronti, decidi fazer esta Quiche assim pensada à última hora. Apesar de "invensão" ficou uma delícia :)

Ingredientes:
| 1 base de massa folhada
| carne picada q.b.
| cogumelos laminados a gosto
| salsicha q.b.
| queijo ralado q.b.
| leite (coloquei a olho)
| 4 ovos
| sal

Preparação: Estenda a massa sobre a tarteita e pique o fundo com o auxílio de um garfo. Reserve.
Num recipiente, coloque a cane picada previamente cozinhada (neste caso utilizei a que sobrou do esparguete), os cogumelos laminados a gosto, as salsichas cortadas em cubinhos e o queijo ralado.
À parte bata os ovos, adicione leite a olho e verta este preparado sobre os ingredientes anteriores. Mexa bem para tudo se misturar e tempere com um pouquinho de sal (não em demasia pois a carne já dá o gosto ideal).
Verta tudo para a tarteira e leve ao forno quente (200ºC) durante 40 minutos.
Terminado o tempo, faça o teste do palito pois poderá ser preciso mais tempo no forno e se estiver no ponto, retire.
Dica: Esta quiche é uma delícia e poderá sempre alterar os ingredientes a gosto.


Bom Apetite!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

O 1º SORTEIO - BLOG TRALHAS E COMPANHIA

O blog Tralhas e Companhia está a organizar o seu 1º sorteio e cá estou eu a tentar a minha sorte.
Tentem voçês tambem ;)
Mais informações aqui.

BACALHAU À BRÁS

Mais uma refeição de bacalhau que eu tanto gosto! Foi a 1ª vez que fiz este prato e penso que me tenha saido bem :) Pelo menos a mim soube-me pela vida :)

Ingredientes:
| 2 postas de bacalhau demolhadas
| 1 cebola
| 1 folha de louro
| azeite
| pimenta preta
| batata frita q.b.
| 3 ovos
| 1 ramo de salsa

Preparação: Começe por cozer as postas de bacalhau e em seguida desfie em lascas.
Frite as batatas e reserve.
Coloque azeite numa frigideira e disponha a cebola cortada em rodelas juntamente com a folha de louro. Tempere com pimenta preta e deixe alourar a cebola. Junte de seguida o bacalhau lascado e envolva tudo muito bem.
Acrescente a batata frita e misture tudo novamente.
Rectifique os temperos acrescentando uma pitada de sal e pimenta se for necessário.
Bata os ovos e verta para o preparado mexendo bem até que os ovos cozam mas não em demasia.
Decore com um raminho de salsa.

Bom Apetite!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

FRANGO ASSADO (MAGGI) COM CASTANHAS

Lembram-se deste frango assado aqui? Pois bem, decidi inventar mais um pouco e depois de o franguinho estar o tempo necessário dentro do saquinho, adicionei castanhas e dicou uma delícia =) Acompanhei com arroz branco e uma saladinha de tomate bem temperada :)

Ingredientes:
| 1/2 frango
| 1 pacote de preparado Maggi (usei Ervas Aromáticas)
| castanhas q.b.

Preparação: Coloque o frango em pedaços dentro do saco, em cima coloque o preparado de ervas aromáticas. Feche bem o saco e abane um pouco para que o preparado se espalhe bem. Leve ao forno durante 50 minutos conforme indicações da embalagem.
Antes um pouco de os 50 minutos terminarem, abra o saco e verta o frango para um pirex. Disponha as castanhas a gosto e leve novamente ao forno até as castanhas ficarem quentinhas.
Acompanhe a gosto.
Bom Apetite!

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

ESPARGUETE À QUASI PRONTI

Vão estranhar o porquê de ter colocado este nome ao esparguete mas vou já explicar a razão :) Durante as férias, fomos de manhã ao Algarve Shopping e acabamos por almoçar por lá, neste caso no Restaurante Quasi Pronti. Tanto eu como o meu marido pedimos uma massa do género que está na foto e gostámos tanto que em casa tive que repetir a dose =) Não ficou totalmente igual, alguns ingredientes não tinha em casa, mas ficou igualmente deliciosa :) Vou explicar como a preparei.

Ingredientes:
| 3 barras de delícias do mar
| ananás aos cubos q.b.
| oregãos
| esparguete q.b.
| sal
| vaqueiro

Preparação: Comece por estufar a carne *(podem ver receita aqui) e reserve.
Coza o esparguete al dente com sal q.b. e um pouco de vaqueiro para dar gosto.
Coloque carne a gosto numa frigideira, juntamente com as delícias do mar e o ananás cortados em cubinhos. Deixe aquecer uns minutos.
Assim que o esparguete esteja pronto, envolva no preparado anterior e coloque oregãos a gosto.
Se gostar, polvilhe igualmente com queijo ralado e sirva.

Nota: Aqui está a razão deste título :) Ficou muito saborosa. Para a próxima, acrescentarei cogumelos e fiambre ou bacon aos cubinhos. Os ingredientes são ao gosto de cada pessoa :)

Bom Apetite!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

FRÁGIL

Sinopse
Willow, a linda, muito desejada e adorada filha de Charlotte O’Keefe, nasceu com osteogénese imperfeita - uma forma grave de fragilidade óssea. Se escorregar e cair pode partir as duas pernas, e passar seis meses enfiada num colete de gesso. Depois de vários anos a tratar de Willow, a família enfrenta graves problemas financeiros. É então que é sugerida a Charlotte uma solução. Ela pode processar a obstetra por negligência - por não ter diagnosticado a doença de Willow numa fase inicial da gravidez, quando ainda fosse possível abortar. A indemnização poderia assegurar o futuro de Willow. Mas isso implica que Charlotte tem de processar a sua melhor amiga. E declarar perante o tribunal que preferia que Willow não tivesse nascido...
 
Opinião
Ao terminar este livro, encerro assim as minhas leituras de férias.
Tal como podem ler na sinopse, este livro tem uma história muito forte, em primeiro lugar, a história de Willow, uma lindissima menina que nasceu com osteogénese imperfeita, a chamada doença dos ossos de vidro, e em segundo lugar, o processo judicial instaurado por Charlotte O'Keefe, mãe de Willow, para processar a sua obstetra e amiga, Pipper Reece. A partir daqui, tudo se desmorona na vida desta família.
Amizades que se perdem, casamentos em riscos, doenças que surgem nos filhos e os pais nem atentam a esse facto. E nós, leitores, vivemos esta história como se de facto fosse real.
Um livro fascinante.
Jodi Picoult escreve este livro de forma diferente. Aqui não há um narrador principal, mas sim testemunhos individuais de todas as personagens.
Uma espécie de diário, em que cada personagem conta a sua versão, a forma como todo este problema foi sentido de modo diferente por cada um deles e todo ele dirigido a Willow.
Confesso que não li este livro, devorei-o e agora fica aquele pensamento de "oh já chegou ao fim"... e que fim!!
Não posso expressar totalmente a minha opinião pois estaria a revelar todo o enredo,  mas confesso que fiquei revoltada com o final. Não era de todo o que eu estava à espera.
Gostei imenso deste livro, e certamente que me ficará na mente durante bastante tempo.
Além do fantástico enredo, o livro está recheado de belíssimas receitas adequadas ao momento. Isto porque Charlotte O'Keefe era chefe de uma pastelaria e fazia sobremesas divinais :)

terça-feira, 10 de agosto de 2010

DE VOLTA...

Imagem retirada da net

Olá!Cá estou eu, de regresso ao trabalho após duas semaninhas de férias que foram muito bem aproveitadas ;)
Mal possa vou colocando cá fotos.
Mas hoje, sinto-me exactamente como esta imagem representa, dividida e sem saber para me lado me queria verdadeiramente virar. Quer dizer, saber sei, era para casa pois é lá que o maridão ainda está para a última semana de férias. Mas aqui no trabalho o dever chama!
Regressei com as baterias super carregadas ;) mas com muitas saudades das férias :)
Aos poucos, este blog vai regressando ao normal, com fotos das férias, receitas que fiz e miminhos que recebi.

Beijinhos

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

PEDAÇOS DE TERNURA

Sinopse

COMO SE EXPLICAM AQUELES MOMENTOS INESPERADOS DE AMOR?
Kendra Kamale regressa a Inglaterra, em busca de um novo começo e uma vida tranquila.
Vinda da Austrália, aluga um quarto a Kyle, pai de duas crianças e separado, e arranja um novo emprego. Mas os gémeos de Kyle, Summer e Jaxon, de seis anos, têm outros planos e rapidamente adoptam Kendra como sua nova mãe.
Aos poucos, Kendra começa a fazer parte das suas vidas, muito embora esconda um segredo doloroso que a obriga a afastar-se de toda a gente - especialmente crianças.
Então, Kendra reencontra o homem que partilha o seu terrível segredo e tudo se desmorona. Não consegue dormir, é despedida e a mãe das crianças afasta-as dela. A única forma de remediar a situação é confessar o erro terrível que cometeu há tantos anos atrás - algo que prometeu nunca fazer...
Uma história de redenção, esperança e descoberta do amor nos sítios mais inesperados.

Opinião
Este é um livro que começamos a ler e não nos apetece literalmente fechá-lo. Apetece-nos sim ler tudo de uma vez só.
Fiquei fã desta autora deste que li o seu 1º romance, "A Filha da Minha Melhor Amiga".
Quando estava no Continente em Portimão a escolher que livro deveria comprar, confesso que ainda fiquei um pouco indecisa, se deveria comprar "Pedaços de Ternura" ou não, mas ainda bem que o fiz.
Adorei a história, queremos sempre ler mais e mais para sabermos o que aconteceu de facto a Kendra, o que acontecerá a Summer e Jaxon e se, no final, a Kendra fica ou não com Kyle.
Um livro que revela todos os segredos nele existentes de uma forma bem cativante. Aconselho.